A variante Delta do coronavírus causador da Covid-19 já foi identificada pela Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa- @saudeceara ) em moradores de 20 municípios cearenses de todas as regiões de saúde do Estado. Dentre eles, Quixeramobim, no Sertão Central.
Os casos são em 24 mulheres e 19 homens. Em todos os 43 casos identificados oficialmente, as pessoas tiveram sintomas leves, moderados ou foram assintomáticos. A maioria (33) deles tem entre 20 anos e 39 anos de idade.

Nesta quarta-feira, 18, a Sesa informou também que o número de casos de Covid-19 pela variante Delta no Estado chegou a 43. Até a quarta-feira da semana passada, dia 11, eram 16 casos: 15 importados e um por transmissão comunitária, detectado na cidade de Icó, distante 361,3 km de Fortaleza. Agora, o Ceará soma três pacientes infectados por transmissão comunitária. Outros 12 estão sendo rastreados pelo Cievs.

Cidades do Ceará onde foram identificados casos de Covid-19 pela variante Delta:

1. Fortaleza

2. Sobral

3. Eusébio

4. Monsenhor Tabosa

5. Caucaia

6. Choró

7. Hidrolândia

8. Icó

9. Ipaporanga

10. Ipueiras

11. Irauçuba

12. Itapipoca

13. Jaguaretama

14. Nova Russas

15. Paraipaba

16. Poranga

17. Quixeramobim

18. Redenção

19. São Gonçalo do Amarante

20. Tauá

Variante alfa

O paciente que testou positivo para a variante alfa, identificada inicialmente no Reino Unido, é um homem de 64 anos, de origem mineira, que cumpriu isolamento desde que recebeu o diagnóstico, no Centro de Testagem de Viajantes, montado pelo Governo do Estado no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza.

Segundo a Sesa, ele também está sendo monitorado, mas “apresenta sintomas leves e fará nova coleta de amostras para medição de carga viral, potencial de transmissão e estudo de anticorpos”, explica.

Primeiros casos no Ceará

 

Centro de Testagem de Viajantes no Aeroporto foi inaugurado no último dia 13 de julho. — Foto: Fátima Holanda/Sesa

Centro de Testagem de Viajantes no Aeroporto foi inaugurado no último dia 13 de julho. — Foto: Fátima Holanda/Sesa

Os primeiros casos de infecção pela variante delta no Ceará foram confirmados pela Sesa no dia 29 de julho. Os quatro exames foram realizados no Centro de Testagem de Viajantes do aeroporto da capital cearense.

Uma semana depois, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), deixou de avançar na flexibilização das atividades econômicas por causa do avanço da delta. Naquele dia, 6 de agosto, ele confirmou a detecção de 15 casos da delta, mas ainda não havia sido confirmada a transmissão comunitária.

No dia 11 de agosto, a Secretaria da Saúde confirmou a primeira transmissão comunitária da variante em um profissional da saúde do município de Icó, no interior do Ceará. Com a nova publicação da Secretaria, agora são três casos.

Nossa página no Instagram
https://instagram.com/quixeramobim_news?igshid=1ar0nbn5ej0k7

Nossa página no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCWukWdg6Ycj5yHCXSy1GnJg?view_as=subscriber