Durante entrevista concedida ao programa Resgatando Vidas, que foi ao ar no dia 24/12/2017, o Secretário de Saúde, Dr. Willians Vaz fez um balanço sobre a atual situação da saúde.

Segundo o secretário, mais de 20 UPAs no Ceará estão sem funcionar por falta de financiamento e equipamentos. O Hospital e Casa de Saúde Adília Maria recebe o repasse do Governo de R$: 184.000,00 a 11 anos, mas a Prefeitura desembolsa cerca de R$: 516.000,00 mensais para cobrir os gastos que totalizam R$ 700.000,00.

Para UPA Dr. Émerson Gustavo Almeida possa funcionar a Prefeitura precisará desembolsar R$: 450.000,00 por mês durante 6 meses. Já que o Governo só dá o repasse para ajudar na despesa após esse período. Uma vistoria detectou que o prédio não está em conformidade para o funcionamento.

O Ministério da Saúde reconhece que a Prefeitura não tem condições de manter este gasto, no entanto, há um projeto para a liberação dos prédios que hoje estão sem funcionamento para realizar outros serviços, caso a Prefeitura não mantenha a UPA. Uma Audiência Pública para irá decidir como ficará a situação da UPA, cujo prédio poderá ser usado para PSF, CAPS, Centro de Reabilitação, entre outros.

Pela Lei, o valor que a prefeitura deve repassar para a Saúde é 15%, mas atualmente a prefeitura tem repassado 27%, afirma o Secretário.