Pessoas de espírito inquieto, capazes de se submeter e passar por grandes provas para explorar um mundo de silêncio, calma, mistério e respeito. A adaptação de um trecho da carta de Jacques Costeau, conhecido como pai do mergulho, ajuda a definir o perfil dos bombeiros mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE). Com uma formação específica, realizada por dias e noites, semanas e fins de semana, ao longo de dois meses, os militares se preparam para fazer resgates de pessoas, objetos e até veículos embaixo d’água.

“Diferente do mergulho recreativo, não temos visibilidade. Fazemos tudo no tato, na técnica, com paciência”, adianta o capitão comandante da Companhia de Mergulho de Resgate (CMR) do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), Danillo Cidreira. O preparo físico é fundamental para o êxito nas missões, mas deve contar com uma aliada primordial: a inteligência emocional. “Nossos bombeiros se preparam psicologicamente, tecnicamente, com equipamentos e treinamentos para desempenhar diversas funções. Resgatamos vítimas recém-submersas, procuramos embarcações, partes de embarcações, motores e outros objetos, para que eles sejam encontrados e reflutuados”, explica o comandante.

Em um dos resgates que teve participação dos mergulhadores do CBMCE, a obra “La Femme Bateau” de Sérvulo Esmeraldo foi encontrada a cinco metros de profundidade, em março de 2018, após cerca de cinco de dias de busca. A intervenção ficava na Praia de Iracema e tinha desaparecido após uma ressaca no mar. Para o resgate, os mergulhadores contaram com levantadores de pesos submersos, que são bolsas infláveis com capacidade para o serviço.

O capitão comandante lembra que a Companhia de Mergulho de Resgate ainda participa de ações de parceria com outras forças de segurança. “Já trabalhamos com a Polícia Militar do Ceará e com a Polícia Federal, em missões para retirar artefatos, verificação de casca de navio, combate ao tráfico de entorpecentes, entre outros. É um trabalho muito importante e que exige um treinamento físico, técnico e mental extremamente adequado”, detalha.

Resgates de vítimas de afogamento

O militar lembra que os bombeiros mergulhadores também resgatam vítimas de afogamento. “É uma adrenalina diferente. Não estamos mais na calma, temos que agir com uma certa rapidez. Nessa hora, o treinamento físico é o mais importante, mas o fator mental também conta nesse tipo de situação. Temos que ter a velocidade para o resgate e acalmar essa vítima que estava ali, se afogando. A partir do momento que uma pessoa depende de mim, preciso ter o condicionamento físico e equilibrar o entusiasmo por conseguir salvar uma vida, além de conseguir tranquilizá-la para sair da água”.

Lema


Vinculada ao Batalhão de Busca e Salvamento (BSB), a CMR tem como lema “segurança, habilidade e calma”. O capitão comandante Danillo Cidreira explica que as palavras se encaixam perfeitamente nos eixos que norteiam o trabalho da CMR. “Segurança, pois ficamos sem visibilidade e precisamos ter muita habilidade para os cuidados com os equipamentos, ambiente e missões a serem desempenhadas. E calma para, diante de qualquer situação que encontrar, lembrar que treinamos e passamos por situações ainda mais complexas no nosso treinamento. Por isso é um curso difícil, que exige de nós, justamente para quando nossos bombeiros se depararam com uma situação real, ter a ciência de como lidar”, pontua.

A CMR atua em Fortaleza, cidades da Região Metropolitana e no interior do Ceará, se necessário. Além dos equipamentos de mergulho, a Companhia conta com embarcações, motoaquáticas, botes infláveis e sistema de comunicação subaquática.

Dia do Mergulhador

Neste domingo, comemora-se o Dia Internacional do Mergulhador. Entretanto, não se sabe, com precisão, como a data surgiu. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS-CE) saúda todos os bombeiros militares mergulhadores. Vida longa à Companhia de Mergulho de Resgate.

Nossa página no Instagram
https://www.instagram.com/quixeramobim_news/

Nossa Página no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCWukWdg6Ycj5yHCXSy1GnJg

Nossa página no Facebook
https://www.facebook.com/quixeramobimnews.com.br/