Uma mão e três placentas teriam sido enviadas para designer indonésio


A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (22), uma operação para combater o tráfico internacional de órgão humanos. As invesigações apontam que um professor de anatomia enviou uma mão e três placentas de origem humana de Manaus para Singarupa.

De acordo com as informações do G1, o alvo da ação policial foi o laboratório de Anatomia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e o professor de anatomia, que seria o responsável por enviar os órgãos humanos plastinados.
Segundo a PF, o destinatário é um famoso designer indonésio que vende acessórios e peças de roupas utilizando materiais de natureza humana.

Se condenado, o suspeito de cometer o crime poderá responder pelo crime de tráfico internacional de órgãos humanos, com pena de até 8 anos de reclusão.

O QUE É PLASTINAÇÃO 

Segundo a instituição, foi realizada busca e apreensão de um computador e peças anatômicas tratadas por meio de plastinação, utilizadas como prática de ensino da disciplina, no laboratório de Anatomia.

A plastinação é um procedimento técnico de preservação de matéria biológica, criado pelo cientista Gunther Von Hagens em 1977, e que consiste em extrair os líquidos corporais, tais como a água e os lipídios, através de métodos químicos, para substituí-los por resinas elásticas de silicone e rígidas epóxicas, resultando em tecidos secos, inodoros e duráveis.

Nossa página no Instagram
https://instagram.com/quixeramobim_news?igshid=1ar0nbn5ej0k7

Nossa Página no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCWukWdg6Ycj5yHCXSy1GnJg?view_a

Nossa página no Facebook
https://www.facebook.com/quixeramobimnews.com.br/