Uma investigação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) resultou na prisão em flagrante de um homem, Antônio José Cardoso Cunha (36), e de uma mulher, Jamile Rolim da Silva (20) por homicídio e ocultação de cadáver. Jamile deu à luz a um bebê e o matou. Em seguida, ela entregou ao suposto pai, Antônio José, líder religioso que, por sua vez, ocultou o corpo em uma estação de resíduos, um bueiro, no bairro Marechal Rondon, em Caucaia na Região Metropolitana de Fortaleza. Após diligências, o corpo da vítima foi encontrado por policiais civis.

Revoltados com o caso, vizinhos do pastor, identificado como Antônio José Cardoso Cunha, tentaram invadir a casa em que ele residia nesta segunda-feira (8). O veículo do religioso foi incendiado. O pastor acionou a Polícia enquanto o grupo tentava entrar na residência, que fica na rua Novo Horizonte, no bairro Marechal Rondon.

Ele acabou se entregando aos policiais, foi preso e levado ao 18º Distrito Policial (DP), no bairro Jurema. Lá, ele teria revelado às autoridades o local em que o feto se encontrava. O corpo, localizado nesta segunda-feira, estava dentro de uma sacola e foi levado para perícia.

Vala em que corpo de feto de seis meses de formação estava
O pastor e a mulher foram presos em flagrante. Segundo os vizinhos, ele mantinha um relacionamento extraconjugal com ela. Detalhes sobre a ocorrência serão repassados pela Polícia Civil em entrevista coletiva marcada para esta terça-feira (9).

Nossa página no Instagram
https://instagram.com/quixeramobim_news?igshid=1ar0nbn5ej0k7

Nossa página no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCWukWdg6Ycj5yHCXSy1GnJg?view_as=subscriber