Após atirar a menina de 6 anos o homem também pulou na correnteza

Bombeiro procura por pai e filha no rio Pirangu, Minas Gerais
Legenda: Equipes realizam buscas para encontrar os dois
Foto: divulgação/CBMMG

Segundo a mulher relatou a Polícia, recentemente os dois terminaram o relacionamento, após sete anos juntos. Testemunhas informaram aos investigadores que antes de atirar a filha na correnteza o pai a agrediu.

O homem, que não teve a identidade divulgada, foi visto a pé na ponte que liga os bairros Palmeiras e Triângulo, por volta das 21h da sexta-feira (4), informou a Polícia. Após agredir a criança com socos na região da cabela, ele jogou a garota no rio Pirangu e, em seguida, pulou.

Os bombeiros foram acionados para atender a ocorrência, mas como o local estava escuro, as buscas só começaram no dia seguinte, sábado. Conforme a corporação, os agentes encontraram dificuldades devido à quantidade de galhos e outros detritos no fundo do rio, que ainda foi agravado pelas chuvas. As buscas devem ser retornadas nesta segunda-feira (7).

HOMEM AVISOU EX-COMPANHEIRA QUE PULARIA COM CRIANÇA 

Segundo informações fornecidas pela Polícia, no início da noite de sexta-feira, o homem enviou mensagens avisando que se atiraria no rio à mãe da menina, que também não teve a identidade revelada.

“Contudo, em razão do seu trabalho, [a mãe] não teria visualizado as mensagens instantaneamente”, diz a nota da corporação. Quando ela leu, o crime já tinha acontecido.

Nossa página no Instagram
https://instagram.com/quixeramobim_news?igshid=1ar0nbn5ej0k7

Nossa Página no Youtube
https://www.youtube.com/channel/UCWukWdg6Ycj5yHCXSy1GnJg?view_a

Nossa página no Facebook
https://www.facebook.com/quixeramobimnews.com.br/