Ícone do site Quixeramobim News

Preço do feijão cai em sete capitais nordestinas no mês de março

Amaior redução ocorreu em Maceió (-35%). As únicas exceções foram Aracaju (+1,5%) e Salvador (0,2%)

Na Região, a queda acumulada nos últimos nove meses já é de 56% ( Foto: Honório Barbosa )

Grande vilão do orçamento doméstico no ano passado, o feijão apresentou a variação negativa mais relevante na Região Nordeste, entre os 13 itens que compõem a cesta básica. Em março, o preço do grão caiu e está mais barato em quase todas as capitais nordestinas, à exceção de Aracaju (+1,5%) e Salvador (+0,2%). A maior redução ocorreu em Maceió (-35%).

Na Região, a queda acumulada nos últimos nove meses já é de 56%, número que contrasta com o aumento de 154,9% no período de dezembro de 2015 a julho de 2016.

As informações estão no Boletim Diário Econômico, publicação do Escritório técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), órgão vinculado ao Banco do Nordeste. O documento analisa dados do Dieese.

Sair da versão mobile